Notícias

Para Daniel Vilela, ampliação do grupo de oposição em Goiás é perspectiva concreta





02/10/17

O deputado federal Daniel Vilela (PMDB) afirmou nesta segunda-feira, 02, em entrevista à imprensa, que a ampliação do grupo de oposição para as eleições de 2018 é uma perspectiva concreta em Goiás. "Penso que o PMDB já superou as divergências que tinha com outros partidos e muitos que não fazem parte atualmente da oposição estarão dentro de num projeto liderado pelo PMDB em 2018. Eles têm sido enfáticos na possibilidade real de caminhar conosco”, afirmou o deputado antes de participar de homenagem da Universidade Federal de Goiás (UFG) à bancada federal goiana, por causa da retomada das obras do novo prédio do Hospital das Clínicas.

O presidente do PMDB goiano disse que à exceção do PSDB, tem dialogado com todas as siglas no Estado e discutido a construção de um projeto de alternância de poder. Para ele, existe um ambiente inclusive para a presença de siglas com histórico de divergências, como o PT e DEM, no mesmo projeto. “Muita gente tem dito na oposição que é o momento de não se priorizar projetos pessoais ou individuais de partido. Se de fato este for o sentimento de todos na oposição em Goiás, acredito que é possível construir esta aliança mais ampla”, acrescentou.

Questionado sobre os efeitos políticos do programa Goiás na Frente, lançado pelo governo do Estado para tentar viabilizar a candidatura do vice-governador José Eliton (PSDB), Daniel disse que os resultados políticos têm sido aquém do esperado pelo Palácio das Esmeraldas. “Acredito que o governo já não aposta mais tanto no Goiás na Frente, temos informações que não surtiu o efeito desejado. O que  a gente percebe é que já está cristalizado na cabeça do povo goiano a necessidade de renovação no ano que vem.” 

O presidente do PMDB tem sido um crítico da ostensiva instrumentalização eleitoral do programa, que utiliza recursos da venda da Celg como mecanismo de pressão e cooptação de prefeitos de partidos que não são da base do governo. Ele afirma que o fim deste tipo de prática política, que considera atrasada, é uma das propostas da oposição para 2018.

Novo HC

Daniel Vilela destacou o trabalho da bancada goiana no Congresso Nacional para conseguir destravar a obra do Hospital das Clínicas, que estava paralisada. Emenda da bancada destinou R$ 100 milhões para o projeto, cuja previsão de conclusão é para o próximo ano. “A bancada goiana tem sido fundamental para a ampliação do Hospital das Clínicas. Primeiro ao destinar emenda de R$ 100 milhões para conclusão do prédio e aquisição de equipamentos. Conseguimos também adiantar um cronograma e já organizar o fluxo financeiro junto ao governo federal para que obra não tenha mais nenhuma paralisação”, explicou.

Com 20 pavimentos, 600 leitos e 80 UTIs, sendo 20 pediátricas, o Hospital das Clínicas da UFG será o maior hospital universitário do País. A estrutura contará com um pavimento somente para a internação de pacientes transplantados e centro cirúrgico com 40 salas e 30 leitos para recuperação pós-cirúrgica.

Outras notícias


^ ir para o topo | página inicial | contato


Email: contato@danielvilela.com.br
© 2016 Deputado Federal Daniel Vilela. Todos os direitos reservados.